Ablepsifobia - medo de ficar cego Acluofobia - medo ou horror exagerado – escuridão. Acrofobia - medo de altura. Cleptofobia - medo de ser roubado Enoclofobia - medo de multidão Fobia Social - medo de estar sendo avaliado negativamente (socialmente) Gerascofobia - medo de envelhecer Isolofobia - medo da solidão, de estar sozinho, o medo de ficar isolado

Os medos, todos nós temos medo de alguma coisa mas acho que os dois maiores medos que podemos ter são: o medo de novos desafios e o medo de perder as pessoas que admiramos e/ou amamos (afinal um dia todas elas se vão e essa é a única certeza absoluta que temos em nossas vidas), quem não tem medo de perder um pai ou uma mãe? Um(a) grande amigo(a)? Principalmente se este(a) em questão for uma pessoa sábia, carismática, companheira, humilde e boa educadora. Quanto sofrimento haverá nessa separação? Quantas lembranças boas esmagarão o coração de saudades daqueles que ficarem? E daqueles que se vão?

Ter medo de perder pessoas assim ou de fazer grandes mudanças em nossas vidas não é uma demonstração de fraqueza na minha opinião, é humano, é real e bem diferente do que vemos em novelas da globo, e depois de um tempo muitas vezes é bom! O medo faz com que apareçam forças até onde acreditávamos não haver, faz se levantar aqueles que se aparentam fracos e indefesos, faz surgir novos aprendizes e futuros líderes! Imagine um mundo onde você saberia tudo o que iria acontecer no dia seguinte!? Este mundo aparentaria ser bom e fácil a principio mas ao longo do tempo você perceberia que não haveriam mais desafios, nem alegrias, nem frustrações, se sentiria cansado, triste, desmotivado, sem novos sonhos.

“O que você faz pode desaparecer. O que você é permanece vivo porque transforma os outros.” John C. Maxwell

Aos que vão devemos nos lembrar dos bons momentos, dos ensinamentos, do companheirismo! Um grande homem (ou uma grande mulher) é acima de tudo humilde e sábio, ele mede as montanhas antes mesmo de escala-las e planeja cada passo antes mesmo de inicia-los, ele sabe quando abrir uma porta e quando fechar uma porta no momento correto, a esses homens só devemos desejar coisas boas! De forma alguma devemos nos sentir traídos, desamparados, tristes, e infelizmente algumas vezes com inveja como alguns! Pois até no fechar da porta aprenderemos uma nova lição:

“Não se iluda, pois só atingirá o pico da montanha se estiver decidido a enfrentar o esforço da caminhada.” William Douglas

Por vezes ao nos depararmos com os primeiros obstáculos nós ficamos desmotivados e muitas vezes até desistimos! Sentimos a pressão de termos que substituir alguém insubstituivel em nossa vida e no nosso dia-a-dia sem parar para refletir no verdadeiro dilema disso tudo! Será que não devemos modificar a nós mesmos? Não devemos nos substituir!? Começar a modificar nosso entendimento, nossa humildade, nossa vivência, nossa vontade, nosso querer. É complicado porque isso envolve um enorme esforço, uma grande mudança e muita pressão! Por isso recorro ao único livro que considero completo, a bíblia, deixando então dois versículos tanto para os que vão como para os que ficam:

Apegue-se à instrução, não a abandone; guarde-a bem, pois dela depende a sua vida. Provérbios 4:13

Não temas a pressão. Lembra-te que é ela que transforma um pedaço de carvão em diamante. Tiago 1:3,4

E por fim, para o que vai e se não vivo mais for, que brilhe no céu tão forte ao ponto de criar uma nova constelação repleta de estrelas e deixe-as de lembrança eternamente! E ao que ao partir, se ainda vivo for, que brilhe tão forte e grite tão alto de onde estiver que nós que ficamos possamos nos alegrar com as boas novas mesmo em distancia de forma verdadeira e honesta por todas as suas conquistas!!